Nova aquisição da UFOPA

Se muitos de nós estudantes da Nova Universidade Federal Do Oeste Do Pará ainda estamos sofrendo a falta de transporte, com ônibus que não nos deixam perto da nossa universidade, esse problema não afeta em nenhum milímetro o REItor da mesma. A nova aquisição da UFOPA é um lindo Ford Fusion, que serve para transportar o magnífico REItor pelas esburacadas ruas da cidade.

Penso que, assim como eu, os outros estudantes da UFOPA ao saberem dessa notícia, com toda certeza, não ficaram só chateados como também indignados, pois sabem que os milhares de reais dos cofres públicos gastos no magnífico carro que transporta o REItor  estão fazendo falta tanto para a melhoria do acervo bibliográfico (principalmente na biblioteca que os acadêmicos do campi da Marechal Rondon não têm) quanto para investimentos que melhorem a segurança dos campi ou ainda  para a construção de um restaurante
universitário tão necessário para a comunidade acadêmica.
Será mesmo que a Nova Universidade Federal Do Oeste Do Pará precisa de um carro tão luxuoso? Eu penso que não.

E o REItor nem ao menos se preocupa em não demonstrar que o dinheiro público está sendo mal investido, parece que ele não teme a revolta dos acadêmicos da nova/velha universidade, já que numa situação dessas nem mesmo o mais apático acadêmico poderá deixar de sentir, no mínimo, um desprezo em saber que o REItor comprou para o seu transporte um carro tão luxuoso, enquanto os acadêmicos em geral sofrem com velhos problemas na nova universidade. Entre os problemas destacam-se:
·                   Falta de biblioteca com espaço para estudo e acervo bibliográfico satisfatório;
·                   Falta de transporte que nos deixe na frente da universidade;
·                   Nossa pesquisa e extensão não é das melhores e o ensino costuma pecar também;
·                   Restaurante universitário parece ser apenas um sonho; e 
·                   Atualmente devido a um comunicado, que veio sem explicação e limitou a utilização do espaço público da universidade, nem podemos por ela transitar em determinados horários, mesmo que seja para estudar, sem termos uma autorização;

Por isso, nós estudantes, que temos todos esses problemas dia-a-dia dentro da UFOPA, achamos que não é prudente, nem justo, nem um bom investimento do dinheiro público ou nem no mínimo aceitável a aquisição de um carro de luxo para transportar o REItor.


E enquanto isso na nova/velha universidade (que é ainda apenas um tipo de fusão entre UFPA E UFRA) as obras estão mais que atrasadas. Chega a ser engraçado pensar que foram precisas duas universidades para termos uma que de nova tem apenas: o carro que transporta o reitor, as cadeiras do mesmo velho auditório - que continua com microfones ruins - e um prédio onde deveria funcionar a nova biblioteca (com seu acervo insuficiente de livros).

Um REItor que não leva a sério nenhum dos principais componentes da universidade e principalmente não leva a sério o corpo discente, assim como também não leva a sério a sociedade e nem mesmo pensa em todo trabalho e suor gasto pela grande parte da população brasileira para pagar o seu bonito carro, não deveria nem ser chamado de reitor.

Recuso a aceitar como REItor da Universidade Federal do Oeste do Pará uma pessoa que pensa que devemos servir a ele, quando na verdade ele é que deve servir a universidade, aos acadêmicos e a sociedade. Recuso-me a aceitar que, em um país de desigualdades enormes, onde muitos passam fome e a educação é tão maltratada, um reitor de Universidade Federal compre um carro de luxo para servir a tão poucos e tão descaradamente. 

Meu apelo é para que saiamos às ruas, para que lutemos (não só os acadêmicos, mas também todos que propugnam por uma universidade e por um país melhor) e que assim atos tirânicos deste gabarito não possam perdurar.


Comentários
13 Comentários

13 comentários

Write comentários
Edu
AUTHOR
terça-feira, 23 de novembro de 2010 14:48:00 BRT delete

pooo...
tinham me dito que era o novo carro que tinham dado pro DCE
hauhauahiuauia

Reply
avatar
Daniele Barroso
AUTHOR
quarta-feira, 24 de novembro de 2010 12:45:00 BRT delete

Não sei quem são os verdadeiros palhaços desse circo, será o reitor ou os dicentes que nao dão a mínima para o que esta acontecendo nessa "universidade" ? Sinceramente, tenho medo de que quando eles acordarem, se acordarem, seja tarde demais.
Parabéns garotos, essa iniciativa é demais!

Reply
avatar
wagner
AUTHOR
sexta-feira, 26 de novembro de 2010 23:10:00 BRT delete

é, como o REItor faz parte da realeza, nada melhor de uma carroagem desse porte para ostentar o seu status!
concerteza se nós formos vistoriar o seu passado vamos verificar que ele vem da burguesia fedorenta!
tá na hora de protestar, lutar e derrubar o seu trono! pois o maior patrimônio de uma nação é o espírito de luta de seu povo e a maior ameaça para uma nação é desagregação desse espírito (George B. courtelyou), vamos a luta!

Reply
avatar
Anônimo
AUTHOR
domingo, 28 de novembro de 2010 01:25:00 BRT delete

Esse reitor tem de ser denunciado no Ministério Público Federal, URGENTEMENTE !!!

Reply
avatar
freud
AUTHOR
sexta-feira, 3 de dezembro de 2010 19:04:00 BRT delete

Rpz, se ele e o reitor, e porq ele trabalhou pra chegar la. Ninguem tem culpa de que, a maioria desse país tenha um poder aquisitivo baixo. Os verdadeiros que descreminam sao vcs, por se sentirem menosprezado so porq alguem tem um pouco mais de dinheiro q vc. E igual o afro descendente, e o maior preconceituoso contra si proprio. Gente assim tem e mais e q sofrer mesmo e ficar com dor de cotuvelo e tentar se superar pra ficar igual os da burguesia a melhor e parar com essa reclamaçao minúscula. eu ja fui pobre e batalhei pra tar onde eu tou, e cresci sm criticar alguem.

Reply
avatar
sábado, 4 de dezembro de 2010 17:53:00 BRT delete

amigo, se o reitor trabalhou ou não para chegar lá não significa que agora ele deva ignorar os estudantes e a sociedade, já que ele é nosso funcionário (da sociedade). Também não estou acusando ninguém de ter a culpa do poder aquisitivo baixo da população, temos na verdade condições materiais (causados por um sistema opressor mesmo) que deixam milhões na pobreza enquanto poucos luxam, será mesmo que todos que tem dinheiro trabalharam para isso? e os milhões de brasileiros que trabalham horas e horas a fio e não conseguem nem ao menos uma vida digna, será que eles não merecem uma vida melhor ou pelo menos que os seus representantes do poder público invistam melhor o dinheiro dos seus impostos? Ademais o texto não discrimina ninguém porque tem mais dinheiro, nossa preocupação é porque foi comprado um carro de luxo com dinheiro público enquanto a universidade sofre de diversas carências. Penso que falta a vc um pouco mais de coerência na argumentação, não adianta vir criticar no senso comum e ficar fazendo comparações entre o texto, que fala do mal uso do dinheiro público, e a situação dos afro descendentes (que devem ser respeitados e que não devem sofrer esse tipo de generalização feita por vc). Do seu ponto de vista me parece que as críticas são algo ruim, o que mostra um dogmatismo da sua parte, existem críticas construtivas e elas servem para denunciar injustiças como estas. É claro que os seus comentários são bem vindos aqui, acredito que precisamos sempre de discussões e do debate de pontos de vista diferentes, o que não consigo aceitar é que pontos de vista sejam apoiados totalmente no senso comum sem uma maior preocupação de se ter um crítica fundamentada e justa de quem vc crítica ou fala.
abraço

Reply
avatar
Diana Rocha
AUTHOR
sábado, 4 de dezembro de 2010 18:06:00 BRT delete

João Ricardo, quem é o lesado aí de cima? A diferença entre público e privado passa longe p ele. Cara, na boa, é o maior sem noção.

Reply
avatar
Thomas
AUTHOR
segunda-feira, 6 de dezembro de 2010 00:27:00 BRT delete

Thomas,
Sem noção?
cara,
vê quando é gasto com regalias para cargos públicos e Vê quando é investido nas universidades e educação...
Manter um Estudante na faculdade é Mais barato que manter um Preso atrás das grades...
Fora a injeção(de dinheiro público) que o governo dá nas faculdades particulares...
nem e preciso ser bom de matemática pra saber que estamos na merda...

Reply
avatar
Diana Rocha
AUTHOR
segunda-feira, 6 de dezembro de 2010 09:19:00 BRT delete

Caro Thomas, refiro-me aos comentários do Freud.
Concordo plenamente com o João Ricardo.

Reply
avatar
segunda-feira, 6 de dezembro de 2010 11:35:00 BRT delete

Pois é Diana, estou pensando que tenha sido uma pessoa da nossa sala, pelo jeito como argumentou e pelo tipo de generalização, porém não posso afirmar nada de certo já que o Freud não quis colocar o verdadeiro nome!
bjx

Reply
avatar
nery
AUTHOR
segunda-feira, 6 de dezembro de 2010 15:43:00 BRT delete

Se de fato esse Freud 'cresceu', afirmo com muita certeza que não foi pelo meio da 'escrita'. Minha irmã, que está na 6ªséire, escreve bem melhorzinho!!! Mas enfim, 'tirando esse cuidado que ele teve na sua escrita', é uma opinião. E nós, como Movimento Estudantil, que buscamos articulação por um meio dialético, devemos aceitar e rebatê-la do modo mais clássico possível: como verdadeiros cavaleiros da causa.

Reply
avatar

Imprimir ou salvar em pdf

Leia Também

Postagens mais visitadas