Debate sobre o aumento do salário mínimo

Edu


É incrível ver como se dão os debates aqui no Brasil a respeito de um assunto tão importante, visto que afeta a todos que estão na condição de trabalhadores, o salário mínimo. Atualmente o governo está em um grande impasse a respeito do salário mínimo, visto que conforme é estabelecido deve ser reajustado periodicamente, pois como a inflação faz os produtos variarem, o salário mínimo, que é a quantidade de dinheiro necessária para o básico, como sugere seu nome, ou seja, o necessário à sobrevivência. O governo quer que o reajuste aumente o salário mínimo para 540, enquanto o próprio ministro do trabalho sugere aumentar para 560.
Lembro agora que todos esses reajustes ainda estão muito longe daquilo que é proposto pelo DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Econômicos), que é coloca o valor de 2.222,99 como o mínimo para conservar a dignidade do trabalhador, assim como para garantir uma qualidade de vida relevante para o trabalhador e sua família.
Mas enquanto observamos a grande distância do salário real para aquele que sabemos que realmente é adequado para garantir uma vida boa para todos os trabalhadores, vemos que os companheiros do congresso tiveram um bom aumento, que os mesmos conservam bons salários, o equivalente a 52 salários mínimos, mais especificamente. Tudo bem que seus trabalhos são importantes para a nação, mas será que é pra tanto?Será que seus trabalhos são mais importantes do que os nossos? Claro que não. Somos nós quem mantém a economia em andamento, somos nós que fazemos a indústria construir, olhemos para o lado, tudo que existe precisa da mão de obra do homem para existir, então tudo depende de nós para andar, na economia, do nosso próprio trabalho. Na hora de aumentar o salário mínimo da população eles falam no impacto que será causado à economia, mas é curioso ver que na hora de tratar sobre seus próprios salários, parece que eles não lembram do impacto à economia.

Leia também
Comentários
3 Comentários

3 comentários

Write comentários

Imprimir ou salvar em pdf

Leia Também