Corrupção comandou liberação de Belo Monte em Altamira, no Pará


Antes da emissão da Licença de Instalação (LI) da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, empresários e políticos locais negociaram favorecimentos e troca de favores com a empresa Norte Energia S.A., em troca do apoio ao projeto da barragem. 

Através de câmeras escondidas, uma série de cenas escandalosas, que nunca foram ao ar em rede nacional, mostram como a concessionária negociou e 'facilitou' a entrada do projeto na cidade de Altamira. O episódio ficou conhecido localmente como "mensalinho", em referência aos processos de corrupção do governo federal.

Mais chocante do que as cenas, é o fato de toda a imprensa nacional ter omitido o fato. Que esforço de reportagem foi feito, por exemplo, pelo Jornal Nacional, quando esteve alguns dias em Altamira?
Comentários
0 Comentários

Imprimir ou salvar em pdf

Leia Também