Falta comida para meio milhão de paraenses

Neste domingo (16), no Dia Mundial da Alimentação, o Pará terá uma marca vergonhosa para expor: meio milhão de pessoas não têm, absolutamente, o que comer. E estudiosos associam o problema à desvalorização da produção familiar, preferência pela exportação, má distribuição de renda e até à baixa escolaridade da população.

O Dia Mundial da Alimentação foi instituído em 1979, pela Conferência organizada pela FAO (Organização das Nações Unidas da Alimentação e Agricultura). O objetivo era combater a fome, a desnutrição e a pobreza. Além de estimular o debate sobre o acesso ao alimento como forma de garantir o direito à dignidade humana.

O coordenador no Pará do Programa Ação Cidadania Contra a Miséria e Pela Vida, José Oeiras, conta que estava organizada uma programação para marcar o dia, mas que se optou por um evento único no dia 23, quando será lançada nacionalmente a campanha 'Natal Sem Fome'.

Fonte: O Liberal
Comentários
0 Comentários

Imprimir ou salvar em pdf

Leia Também