Poesia - Um jovem apaixonado

Por João Ricardo

As rosas que têm inveja de ti
Inventam uma mentira qualquer
Mas a tua beleza sem fim
não se encontra em outra mulher

Não sei se é porque eu te amo
Amo tanto que nem sei dizer
Como é grande, intenso e forte
Como desafia as amarras da sorte
Meu bem você é o meu norte
És o meu bem querer

Contudo, nessas linhas singelas
Destarte quero lhe mostrar
Que o meu coração não te esquece
E que ele já quer te encontrar

A distância, enfim, meu amor
Machuca, maltrata, me dói
Mas quando você está comigo
Teu abraço me serve de abrigo
Tão quente, tão lindo, tão bom

O que sei é que sou seu menino
E espero que sejas minha menina
O que sei é que és meu amor
E espero que eu seja o seu
Pois hoje eu esmero, querida

Pelos gostosos carinhos teus.
Comentários
0 Comentários

Imprimir ou salvar em pdf

Leia Também

Postagens mais visitadas