Nota da Anel-Santarém aos calouros da Ufopa



Primeiramente, a Assembleia Nacional de Estudantes - Livre! (Anel) PARABENIZA cada um dos calouros da UFOPA pela grande conquista que é ser classificado em uma universidade pública, sabemos como é árduo o percurso, tendo em vista que menos de 10% da população tem acesso à educação superior pública.

Compreendemos que é direito de todo cidadão o acesso à educação pública e de qualidade. Infelizmente, o governo promove cada vez mais cortes em seu orçamento e procura baratear o ensino superior público, prejudicando-o com programas como o REUNI (Reestruturação da Universidade Pública), ao mesmo tempo em que gasta TRÊS vezes mais com um estudante na educação privada através do PROUNI (Programa Universidade para Todos) do que gastaria com um estudante na educação pública. Por conta disso, uma das principais reivindicações da ANEL é a de que o governo destine 10% DO PIB PARA A EDUCAÇÃO PÚBLICA JÁ!
Na UFOPA, os reflexos de tais políticas são visíveis. Uma das principais lutas que temos hoje se conecta com o polêmico modelo acadêmico que está sendo implantado sem discussão no âmbito da comunidade acadêmica, pois prejudica o ensino tornando-o superficial e genérico, além de trazer para dentro da Universidade a competição desenfreada através de diversos outros “vestibulares internos”, com vagas limitadas.

Não temos R.U. (RESTAURANTE UNIVERSITÁRIO) ou ALOJAMENTO ESTUDANTIL; nossas bibliotecas são pobres em livros, que dirá em literatura atualizada. O que gera indignação é ver que o Reitor Pro Tempore SEIXAS LOURENÇO não pensou duas vezes e logo no primeiro ano comprou um carro FORD FUSION com o dinheiro público, enquanto que depois de dois anos sequer um tijolo do R.U. ou do ALOJAMENTO ESTUDANTIL foi levantado, e continuamos esperando os prometidos livros novos chegarem em nossas mãos.

A democracia está sendo amplamente cerceada em nossa Universidade, com perseguições e ameaças veladas contra os que se propõem a discutir os rumos da UFOPA. A reitoria, procurando alcançar uma legitimidade que não possui, construiu um Conselho Universitário (CONSUN) FANTOCHE, no qual ela sempre tem mais votos, com apenas 15% de representatividade para os estudantes. Vale ressaltar que as eleições que tentaram legitimar esse CONSUN tiveram participação maciça dos estudantes, que REJEITARAM o CONSUN FANTOCHE através de 75% de votos nulos! Atualmente a porção da comunidade acadêmica formada por estudantes, professores e técnicos-administrativos de luta está engajada na construção do primeiro CONGRESSO ESTATUINTE, que definira o ESTATUTO da UFOPA.

O papel da ANEL, tanto em âmbito nacional como local, é lutar por uma educação pública para todos e de qualidade, estando portanto engajada na luta por, dentre várias outras demandas: DEMOCRACIA na UFOPA, por um modelo acadêmico que seja construído pela comunidade acadêmica, por ensino, pesquisa e extensão de qualidade.

Amanhã, 28/02/2012, no Campus Tapajós, a partir das 18:00 horas, realizaremos uma mesa de discussões sobre os rumos da UFOPA, com a participação de professores e técnicos-administrativos. Venha participar e conhecer a ANEL!

ALGUNS DOS ESTUDANTES QUE CONSTRÕEM A ANEL:
Mel (91234175); Ingo (91958036); Hudson (91392447); Tom (91980699); Renato (81247053); Carla (91226109).

Anelonline.org - anelsantarem@googlegroups.com.br - www.anelsantarem.blogspot.com.br

COMITÊ EXECUTIVO MUNICIPAL DA ANEL
 
Comentários
0 Comentários

Imprimir ou salvar em pdf

Leia Também