Técnico-administrativos paralisam nos dias 09 e 10 de maio

Na última assembleia da categoria, ocorrida no dia 24 de abril, foi deliberada adesão à paralisação nos dias 09 e 10 de maio em resposta à postura do governo federal, que mais uma vez não apresenta contra-proposta para a categoria em estado de greve.

As reivindicações da categoria são legítimas neste cenário político desfavorável à classe trabalhadora, no qual, em especial na Europa, os funcionários públicos são os primeiros a sofrerem os efeitos da crise econômica e, no Brasil, Dilma segue a política que massacra o funcionalismo público.

Desde 2011 não há reajustes salariais. Contudo, está sendo consolidado uma série de medidas que precarizam as relações trabalhistas dos servidores. A privatização dos Hospitais Universitários e a aprovação da Previdência Complementar para os novos servidores são exemplos e sinalizam o que Dilma reserva para 2012.

Precisamos fortalecer a luta unitária do funcionalismo público! Há uma jornada de mobilizações que visa informar e ganhar como aliado o conjunto da sociedade para a necessidade de garantir dignidade àqueles que dedicam suas vidas ao bom funcionamento dos serviços públicos.

Em esfera local, temos que travar uma luta pelas 30 horas semanais. Algumas universidades já conquistaram essa vitória. É a hora da UFPA, UFRA e UFOPA! Todos à luta!
Comentários
0 Comentários

Imprimir ou salvar em pdf

Leia Também