Valor da cesta básica aumenta em 15 capitais do país

O preço da cesta básica aumentou, em abril, em 15 das 17 capitais pesquisadas. O comportamento foi diferente do verificado no mês anterior, quando a maioria das cidades registrou queda nos preços.

Os cálculos são do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). As maiores altas foram apuradas em Manaus, Fortaleza, Natal e Salvador. Só houve recuo no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte. A cesta mais cara continua sendo a de São Paulo.

Com base no maior preço, o Dieese estima que o salário mínimo necessário para um trabalhador e sua família seria de 2 mil 329 reais e 35 centavos. Esse valor corresponde a quase quatro vezes o mínimo em vigor, que é de 622 reais.

Para adquirir a cesta básica, o trabalhador que recebe salário mínimo precisou cumprir, em média, uma jornada de 85 horas e 53 minutos, uma a mais do que tinha que cumprir em março.

Fonte: Pulsar
Comentários
0 Comentários

Imprimir ou salvar em pdf

Leia Também