Cadernos Insurgentes, nº 0: Poesia crítica do direito

Capa - CadIn, 0
Por IPDMS

Durante o V seminário do Instituto de Pesquisa, Direitos e Movimentos Sociais, em Vitória, foram lançadas algumas publicações do IPDMS, dentre as quais os Anais de 2011 e o número zero dos Cadernos insurgentes – poesia crítica do direito (n. 0).
Dedicado a recolher a produção artística de assessores jurídicos populares e sobre eles, este segundo número dos Cadernos (que na verdade é o número zero – oprimeiro foi dedicado ao estudo de caso da criminalização do MST, em 2008), conta com a participação de 15 autores, de todas as regiões do país: Ana Lia Almeida (PB), André Dallagnol (PR), André Filipe Pereira Reid dos Santos (ES), Assis da Costa Oliveira (PA), Diana Melo (DF), Eugênio Lyra (BA) – in memorian, Jelson Oliveira (PR), Luiz Otávio Ribas (RJ), Nayara Barros de Sousa (PI), Paulo César Correa Linhares (MA), Pedro Martins (PA), Ricardo Prestes Pazello (PR), Roberto Lyra Filho (Noel Delamare) (DF) – in memorian, Thomaz Miguel Pressburger (RJ) – in memorian e Vladimir de Carvalho Luz (RJ).
A edição foi coordenada, em parceria com o blogue da Assessoria Jurídica Popular, por Luiz Otávio Ribas e Ricardo Prestes Pazello, tendo a contribuição de Rodolfo Carvalho Neves dos Santos, na diagramação, de Helena Boll e Nayara Barros de Sousa, na revisão, e Enara Echart Muñoz, na ilustração.
O IPDMS espera, com a publicação destes Cadernos, incentivar os pesquisadores e as pesquisadoras da área de direitos e movimentos sociais a divulgarem suas lutas, pesquisas e artes, tornando-as mais acessíveis a todo mundo que sabe que as leis não bastam, pois o lírios não nascem das leis.
Acesse aqui a publicação completa dos Cadernos insurgentes – poesia crítica do direito (n. 0).
Comentários
0 Comentários

Imprimir ou salvar em pdf

Leia Também