Consciência Negra!

Consciência Negra enquanto houver Racismo no mundo.


Por Wellingta Macêdo.


No dia 20 de Novembro de 1695, morria degolada, aos 49 anos de idade, a maior liderança negra da história do Brasil, Zumbi dos Palmares. Em 2015, se comemoram 320 anos de sua imortalidade e em vários estados brasileiros o 20 de novembro é feriado municipal. Mas por que essa data, dia da Consciência Negra, ainda é tão polêmica no nosso país? Por que Zumbi não tem, com exceção do Movimento Negro, a mesma importância nacional como outras figuras emblemáticas da história brasileira. Tiradentes, por exemplo?

O Quilombo dos Palmares foi um quilombo da era colonial brasileira. Localizava-se na Serra da Barriga, na então Capitania de Pernambuco, região hoje pertencente ao município de União dos Palmares, no estado brasileiro de Alagoas. Ele pode ser considerado como a primeira grande favela brasileira, uma Rocinha por exemplo. Nele viviam aproximadamente 30 mil habitantes, entre ex-escravos e escravos que fugiram em busca de liberdade. Palmares era um símbolo de luta e resistência negra dentro de um Brasil colonial, escravocrata, dominado na época por portugueses que estavam lutando contra os holandeses que invadiram o país e causaram perturbação nas rotinas dos engenhos de açúcar.

O Quilombo dos Palmares constituiu-se de sucessivas gerações de lideranças que não são faladas nos livros da História Oficial brasileira: A primeira com Aqualtune, nascida de um rei do Congo que teve três filhos: Ganga Zumba, Ganga Zona e Sabina. Foi de Sabina, que Zumbi nasceu. Ele casou-se com Dandara e teve também, três filhos.

Palmares foi combatida duramente pelo governo colonial e a Coroa Portuguesa. Depois que os holandeses foram expulsos do país, acentuou-se a carência de mão-de-obra para a retomada de produção dos engenhos de açúcar da região. Dado o elevado preço dos escravos africanos, os ataques a Palmares aumentaram, visando a recaptura de seus integrantes. Foram necessárias, entretanto, cerca de dezoito expedições, organizadas desde o período de dominação holandesa, para erradicar definitivamente o Quilombo dos Palmares.

Infelizmente o Mito da Democracia Racial existente no Brasil, invisibilizou a história do Quilombo dos Palmares, bem como de Zumbi, de Dandara e de uma centena de gerações de guerreiros e guerreiras negras que lutaram arduamente por sua liberdade. O Racismo velado e institucional que vigora no Brasil, impede que o povo negro conheça a história de luta de seus ancestrais africanos que foram sequestrados de suas terras e transformados em escravos; impede que as mulheres negras conheçam a história de luta das africanas que trazidas à força de seus países, transformadas em escravas foram estupradas por seus senhores que as viam como objetos sexuais. Ou você acha que a miscigenação racial aconteceu como?

A Consciência Negra é para Negros e Brancos porque vivemos, mesmo após 127 anos da dita “abolição” da escravatura, em um país racista onde ser preto e pobre, morador de favela ou periferia é considerado pela polícia brasileira um sujeito de alta periculosidade, onde as mulheres negras continuam sendo vistas como objetos sexuais e são as principais vítimas da violência doméstica causada pelo Machismo e da violência policial. Zumbi não é um herói como Tiradentes, porque ousou se rebelar contra todo o sistema escravocrata e sonhou com a liberdade de seu povo. Isso é foi uma afronta para o sistema escravocrata na época. Um negro ou uma negra se rebelar hoje, contra o Racismo, continua sendo uma afronta para a sociedade atual.

Consciência Negra sim, enquanto houver Racismo porque Consciência Humana é tudo que o sistema não tem com os negros e negras no mundo.

Comentários
0 Comentários

Imprimir ou salvar em pdf

Leia Também